Diretora criativa do BEFW, Ana Sudano ministra aulas no curso do Moda Connect

Publicado em 05 de abril de 2021

O Movimento Moda Connect realizou nos meses de fevereiro e março deste ano, cursos gratuitos na área de moda sustentável. Com foco na capacitação de jovens brasilienses com deficiência, a iniciativa que apresenta alternativas para um mercado de moda mais inclusivo, com consciência social e sustentabilidade, contou com a participação de Ana Sudano, diretora executiva do Brasil Eco Fashion Week, entre os seus facilitadores.

Vinculado ao projeto Jovem Hipercriativo da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI) e realizado em parceria com o Instituto General Villas Boas (IGVB), foram promovidos os cursos de  “Modelagem do Vestuário” e “Segmento de Mercado e Adequação Técnica em Costura e Padrões de Qualidade”, ministrados por Raquel Grassi e Ana Sudano que estiveram no Senai Taguatinga, no Distrito Federal, em fevereiro, para aulas presenciais, obedecendo às exigências e protocolos das agências sanitárias em função da pandemia de Covid-19.

Bolsa feminina de cor clara feita com resíduos de tecidos

Bolsa feita com resíduo de materiais durante o curso – Foto: Divulgação Movimento Moda Connect

A partir da pesquisa de tendências da moda contemporânea e interpretação de modelos e mercados, alunas do curso de Capacitação em Modelagem e Vestuário aplicaram técnicas de modelagem ensinadas na formação e criaram peças a partir do aproveitamento de resíduos de outras peças cortadas ao longo das práticas de corte e costura. Para a diretora criativa do BEFW, Ana Sudano, que ministrou a oficina, “trata-se de uma celebração dos processos pessoais a serviço de uma ideia coletiva.”

Diretora criativa do BEFW, Ana Sunado em frente ao Auditório do Senai Taguatinga – Foto: Divulgação Movimento Moda Connect

Em março, o Moda Connect promoveu uma nova agenda de capacitação, desta vez no formato EAD (Ensino à Distância) e Ana voltou a ministrar aulas, agora para a oficina “Processos Criativos e Sustentáveis para Desenvolvimento de Produto”.

Essa primeira etapa de capacitação, presencial e online, rendeu a produção de peças que serão posteriormente apresentadas pela Natural Cotton Color – marca de moda sustentável que trabalha exclusivamente com produtos de moda feitos em algodão colorido naturalmente -, na Milão Fashion Week, na Itália, nos dias 22 e 23 de setembro, durante o desfile “Ipês do Brasil – Do Cerrado ao Sertão”, que contará também com bordados contratados de artesãos do DF. 

O Movimento Moda Connect 

Expandir as conexões com outros estados brasileiros, buscando novas possibilidades para fortalecer a moda sustentável no Distrito Federal é um dos objetivos do Movimento Moda Connect que se baseia no conceito “fashion for good”, em português “moda para o bem” e tem, portanto, entre as suas propostas abrir portas para os alunos, trabalhando no resgate de sua identidade cultural. 

O Movimento conecta empresas e segmentos produtivos ligados à moda sustentável, para proporcionar novas oportunidades a jovens desempregados, pessoas com ou sem deficiência físico motora e cognitivo preservado, além de artesãos, costureiras e designers, todos em idade de até 24 anos, interessados em entrar no segmento que busca por atributos sustentáveis. 

Para isso, o Moda Connect, que carrega as bandeiras da sustentabilidade e da inclusão, aposta na economia criativa e na moda circular para fazer com que os alunos repensem a forma das pessoas produzirem e consumirem moda. 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.